Tribunal do Reino Unido impede a Epic Games de contestar proibição da Apple

A saga entre a Epic Games e a Apple segue firme pelos tribunais. Recentemente a criadora de jogos avançou com um processo na Europa contra as taxas das apps da maçã.

No entanto, um tribunal do Reino Unido impediu a Epic Games de contestar a proibição imposta pela Apple ao jogo Fortnite.


Reino Unido: Epic Games não pode contestar proibição do Fortnite pela Apple

O tribunal antitrust do Reino Unido, designado Competition Appeal Tribunal (CAT), decidiu nesta segunda-feira que a Epic Games não terá permissão para levar a cabo o seu caso contra a Apple Inc no país britânico. Desta forma, a criadora do Fortnite não poderá contestar no Reino Unido a decisão da marca da maçã em banir o popular jogo da App Store.

Esta guerra entre as duas empresas teve início em agosto de 2021, quando a Epic tentou contornar a taxa de 30% aplicada pela Apple às apps. A editora quis evitar este pagamento ao criar um sistema de pagamento próprio no Fortnite, o que levou a empresa de Cupertino a banir o jogo da sua loja.

Nessa altura, para além da Apple, também a Google baniu o título do Google Play, pelas mesmas razões.

Imagem Fortnite no Safari do iPhone voa Nvidia Geforce Now

O tribunal britânico disse que o processo da Epic Games contra a Google poderia avançar. No entanto, considera que os Estados Unidos serão o melhor local para resolver os problemas com a Apple.

Por sua vez, a Epic já reagiu a esta decisão e, em comunicado, adiantou que:

A Epic vai reconsiderar o seguimento do seu caso contra a Apple no Reino Unido após a resolução do caso nos EUA.

A Reuters refere que nem a Apple, nem a Google quiseram para já comentar este assunto. Portanto, estima-se que a possível resolução deste caso não esteja para breve. E as empresas envolvidas têm certamente pela frente longos meses de visitas aos tribunais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *