Ausência receptores de células NK pode estar ligada a casos graves de Covid-19

Um estudo conduzido por pesquisadores do Centro de Virologia da Universidade Médica de Viena, na Áustria, descobriu uma relação entre a ausência de receptores de células exterminadoras naturais, conhecidas como células NK, e a ocorrência de casos graves de Covid-19.

De acordo com a pesquisa, que foi publicada na revista científica Genetics in Medicine, quem precisou ser hospitalizado com Covid-19, em geral, era mais propenso a exibir uma variação genética que causa a falta dos receptores NKG2C, que ajudam no combate a infecções virais.

publicidade

O receptor NKG2C se comunica com uma célula infectada por meio de uma de suas estruturas de superfície especializada, o HLA-E. Essa interação resulta na destruição de células infectadas.

Entretanto, por conta de uma variação genética, algumas pessoas possuem uma deficiência natural de receptores NKG2C. Essa variação é encontrada em cerca de 4% da população, que não possui esses receptores, além de outros 30% que só possuem uma pequena parcela deles.

“A ausência do receptor foi particularmente prevalente em pacientes de Covid-19 em tratamento em unidades de terapia intensiva, independentemente da idade ou sexo. Variações genéticas no HLA-E da célula infectada também foram associadas à gravidade da doença, embora em menor grau”, disse Elisabeth Puchhammer-Stöckl, líder do estudo.

As células exterminadoras são importantes no combate a infecções virais. Crédito: Arquivo/UFRGS

O que são células NK?

O nome células NK vem da sigla em inglês para Natural Killers, ou exterminadoras naturais, em tradução livre. Elas são linfócitos necessários para que o sistema imunológico inato possa funcionar de maneira satisfatória.

publicidade

As células NK são importantes no combate a infecções virais e também na luta contra diferentes linhagens de células cancerígenas, já que possuem uma atividade citotóxica que permite combater essas células sem um conhecimento prévio, diferente dos linfócitos T.

A descoberta da equipe de Puchhammer-Stöckl é importante por demonstrar a importância das células NK na luta contra a Covid-19 e também pode ser útil para a pesquisa de medicamentos que sejam eficazes para prevenir casos graves da doença.

Via: Medical Xpress

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

[embedded content]