Netflix e jogos online podem ter limites durante novo confinamento!

O teletrabalho é agora mais obrigatório do que nunca. Assim existe a necessidade de manter as empresas a funcionar, mesmo com o trabalho deslocalizado. Ora isto significa obviamente uma maior sobrecarga nas telecomunicações. A Internet não pode parar, ao contrário do que tem acontecido com a luz em algumas zonas do país devido ao uso dos aquecimentos. Ora para garantir que tudo corre sobre rodas o novo estado de emergência chega com um brinde. É que os operadores, nomeadamente, a NOS, a Vodafone ou a MEO, podem inibir funcionalidades dos serviços audiovisuais. Ou seja, isto traduzido significa que se for necessário pode haver limites no acesso ao NetFlix, YouTube e até a jogos online.

Netflix e jogos online podem ter limites durante novo confinamento!

Netflix limites

Netflix limites

A TSF leu o Decreto do Governo e viu que esta hipótese está prevista. Este meio de comunicação revela ainda que este artigo não existia nos primeiros estrados de emergência e que estiveram em vigor em Março e Abril de 2020. É verdade que eventualmente se pode recordar de ter ouvido falar em alterações nas plataformas de streaming. Mas foram as próprias plataformas a reduzir a qualidade para que não houvesse problemas. Aqui é diferente. É o próprio Estado Português que pode dar ordens para estes limites de modo a que nada deixe de funcionar.

Dito isto, está relatado que as empresas de comunicações eletrónicas devem dar prioridade a clientes considerados prioritários. Claro que aqui se enquadram os prestadores de saúde, forças armadas, polícia, e muito mais.

A TSF refere ainda que vários outros serviços como a Segurança Social devem ser prioritários, tal como as escolas.

Ou seja se num dia destes tiver problemas a jogar online, a ver um vídeo no YouTube ou a aceder à Netflix não há nada de errado na sua Internet.

Escusado será dizer que esta novidade está a irritar muitas pessoas. Afinal de contas, termos de estar em casa e perdermos o acesso a estes serviços é no mínimo mau.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para [email protected].