O futuro é hiperconvergente

Clique para copiar https://computerworld.com.br/plataformas/o-futuro-e-hiperconvergente/

A infraestrutura hiperconvergente (da sigla em inglês, HCI) é o próximo grande passo na evolução das arquiteturas do data center. Em um ambiente HCI, os pilares dos recursos são fisicamente convertidos em servidores padrão, formando um ambiente definido por software e projetado para resolver desafios de TI legados. Sua implementação pode melhorar o gerenciamento das infraestruturas de TI, ajudando as empresas usuárias a racionalizar seus investimentos e aumentar a agilidade dos negócios.

“Quando falamos de hiperconvergência, não falamos apenas de convergir storage e rede em um único hardware, mas de virtualizar esses itens, o que é importante para se pensar em um modelo de nuvem híbrida”, afirma Diego Flaborea, engenheiro de soluções da VMware, lembrando que a hiperconvergência é um passo nessa direção, entregando para o cliente a oportunidade de transformar a infraestrutura dele em algo mais aderente.

O que a hiperconvergência pode fazer pela sua empresa?

Mas os benefícios não param por aí. Segundo o executivo, o uso da HCI pode ainda trazer vantagens como:

Eficiência de dados e mobilidade – a HCI ajuda a reduzir componentes de armazenamento, largura de banda e requisitos IOPS, além de permitir que as organizações forneçam maior mobilidade nas cargas de trabalho e aplicações;

Escalabilidade e eficiência – com sua abordagem escalável e baseada em unidades de desenvolvimento, a HCI expande a capacidade de TI por meio da adição de unidades. A escalabilidade é uma de suas principais características;

Segurança – em um ambiente hiperconvergente o backup e a recuperação de desastres são embutidos. Eles fazem parte da infraestrutura;

Eficiência de custos – a HCI cria um modelo econômico sustentável para o departamento de TI, eliminando gastos desnecessários. Os sistemas hiperconvergentes também têm baixo custo de implementação;

Automação – é uma das principais características do data center definido por software. A TI não precisa se preocupar em criar estruturas automatizadas com hardware de diferentes fabricantes ou linhas de produtos. Tudo está encapsulado em um único ambiente;

Materiais para Download

Agilidade – em infraestruturas hiperconvergentes todos os recursos em todos os data centers físicos residem sob uma mesma estrutura administrativa. A HCI libera os especialistas da TI para se concentrarem em objetivos-chave dos negócios, simplificando o data center, reduzindo custos de propriedade e eliminando silos de dados.

“O grande mote é a flexibilidade, a possibilidade de escolha não encontrada em outras arquiteturas”, diz. Ele lembra que a VMware tem uma plataforma totalmente aberta em relação ao hardware, oferecendo mais de 900 possibilidades de configuração. “Nossa solução começa na hiperconvergência e vai para a nuvem pública e para o conceito de data center como serviço, com segurança em todas as camadas”, garante.

Por todos estes fatores, Flaborea acredita que o modelo de infraestrutura hiperconvergente já está consolidado e nos planos de praticamente todas as áreas de TI. “O modelo atual, a infraestrutura tradicional, não se sustenta, seja por causa de custo, da indisponibilidades ou das ameaças. As estruturas se tornaram muito grandes e muito complexas e isso representa mais problemas, daí essa busca”, conclui.

Para saber mais sobre o que a hiperconvergência pode fazer pela sua empresa, assista gratuitamente o webcast apresentado pela VMware no dia 21 de janeiro, ao vivo, às 11h (Horário de Brasília). Acesse o link.