BTG e fundo do Canadá querem comprar rede de fibra da Oi

A Oi Móvel já foi vendida para Claro, TIM e Vivo, mas outro ativo importante da companhia está próximo de conseguir novos sócios: o banco BTG Pactual e o fundo Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB) devem apresentar uma proposta pela InfraCo, avaliada em R$ 20 bilhões. A unidade de fibra da operadora deve se transformar numa nova empresa, que alugará infraestrutura para outros competidores.

Equipe da Oi construindo rede da Oi Fibra. Foto: Lucas Braga/Tecnoblog

Equipe da Oi construindo rede da Oi Fibra em Belo Horizonte. Foto: Lucas Braga/Tecnoblog

A intenção de compra da InfraCo foi divulgada pelo Bloomberg, que também afirmou que a Highline (a mesma empresa que tentou comprar a Oi Móvel) irá apresentar uma oferta. As companhias devem apresentar propostas vinculantes, mas a venda será concretizada apenas em leilão realizado pela 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro.

Apesar de estar no mercado financeiro, o BTG Pactual tem Amos Genish no seu quadro de sócios. O executivo foi o fundador da GVT e teve o cargo de CEO na TIM e Vivo.

Negócio de fibra da Oi vale R$ 20 bilhões

A InfraCo é avaliada pela própria Oi pela cifra de R$ 20 bilhões, e tem como principal ativo a rede de fibra com mais de 400 mil km de extensão e presença em mais de 2 mil cidades, sendo a maior infraestrutura óptica do Brasil.

A Oi está disposta a vender 51% dessa nova companhia, o que permite que o comprador também seja o controlador da empresa. A tele continuaria usando a infraestrutura mas como cliente, uma vez que os assinantes de fibra óptica permaneceriam na divisão ClientCo.

Com um novo sócio para a InfraCo, a Oi busca fôlego para expandir sua rede de fibra óptica para residências (FTTH) no Brasil. Ter um parceiro acaba otimizando o investimento, uma vez que a capacidade não utilizada pela tele poderia ser alugada para outras empresas.

Com informações: Telesíntese

BTG e fundo do Canadá querem comprar rede de fibra da Oi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *