Saiba como “estar de olho” no plágio na plataforma Classroom

No mundo académico, e não só, é comum descobrirem-se trabalhados copiados de outros e/ou cópias integrais e parciais de conteúdos disponíveis na Internet. Para o ser humano nem sempre é fácil perceber que está perante um conteúdo copiado! No entanto, existem ferramentas que nos podem auxiliar neste processo.

No passado apresentámos aqui a ferramenta Ferret. Hoje vamos ver como podemos controlar o plágio na plataforma Classroom.

Saiba como "estar de olho" no plágio na plataforma Classroom


O Classroom é um serviço gratuito para estabelecimentos de ensino, para organizações sem fins lucrativos e para qualquer utilizador com uma Conta Google pessoal.

Esta plataforma oferece as mais diversas ferramentas para atividades de aprendizagem/ensino e a ideia é que tanto alunos como professores tenham a informação centralizada no Google Classroom, servindo também como um meio de comunicação simplificado. Além disso, tem também uma ferramenta para deteção de plágio.

Saiba como "estar de olho" no plágio na plataforma Classroom

Controlo de Plágio na plataforma Classroom

Como sabemos, apesar de ser muito simples de usar, a plataforma Classroom oferece também funcionalidades espetaculares. Os professores podem colocar enunciados dos trabalhos e os alunos só têm de os submeter.

Quando um professora criar um trabalho, pode ativar uma funcionalidade que permite avaliar a originalidade/plagio do trabalho.

Saiba como "estar de olho" no plágio na plataforma Classroom

Os relatórios de originalidade só estão disponíveis para contas do G Suite for Education que usam os seguintes idiomas: espanhol, francês, indonésio, inglês, italiano, norueguês, português e sueco. O professor pode ver os relatórios de originalidade por 45 dias. Após esse período, é possível gerar outro relatório na ferramenta de notas.

Quando se ativam os relatórios de originalidade para uma atividade, os alunos podem gerar três relatórios no trabalho que fizeram antes da entrega. Como professor, pode ver os relatórios gerados pelos alunos.

Leia também…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *