António Costa anuncia novas medidas para o Estado de Emergência

O primeiro-ministro, António Costa, fala neste momento ao país para anunciar novas medidas de combate à COVID-19. Acompanhem em direto a intervenção do primeiro-ministro António Costa e conheçam todas as medidas.


Depois da mensagem de ontem do Presidente da República, Marcelo Rabelo de Sousa, agora é a vez do primeiro-ministro, António Costa revelar as novas medidas para o novo Estado de Emergência.  Como foi anunciado ontem,  o Estado de Emergência vai manter-se até 8 de dezembro. O Presidente da República pediu calma, que não se recorra à violência e deixou já o aviso: o estado de exceção não será levantado tão cedo.

Acompanhem em direto as novas medidas para o novo Estado de Emergência

Novas Medidas anunciadas

  • Uso obrigatório da máscara no local de trabalho
  • Proibição de circulação entre concelhos:
    • entre as 23h de 27 de novembro e as 5h de 2 de dezembro
    • entre as 23h de 4 de dezembro e as 5h de 9 de dezembro;
  • Nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro estão suspensas as atividades letivas em todos os níveis de ensino. Nas mesmas datas há tolerância de ponto e o apelo a entidades privadas para dispensa de trabalhadores.
  • Os concelhos serão divididos em diferentes níveis de risco de contágio. Neste momento existem 65 concelhos de risco moderado, 86 de risco elevado, 80 de risco muito elevado e 47 de risco extremamente elevado.
  • 17 concelhos saem da lista de risco elevado: Aljustrel, Alvaiázere, Beja, Borba, Caldas da Rainha, Carrazeda de Ansiães, Ferreira do Alentejo, Fornos de Algodres, Golegã, Santa Comba Dão, São Brás de Alportel, Sousel, Tábua, Tavira, Vila Real de Santo António, Vila Velha de Ródão e Vila Flor;
  • Nos concelhos onde há mais de 240 casos por cem mil habitantes, o Governo refere que vai haver uma “ação de fiscalização do cumprimento do teletrabalho obrigatório“, devido aos incumprimentos que se têm verificado;
  • Na quinzena que engloba os dois feriados — 1 e 8 de dezembro — não vão ser verificadas medidas diferentes entre os concelhos com 48o casos por cada 100 mil habitantes e os que têm mais de 960. Desta forma, mantêm-se as medidas atualmente em vigor e são acrescentadas outras três:
    • Entre as 13h e as 5h é proibido circular na via pública e os estabelecimentos comerciais têm de estar fechados;
    • Nas vésperas dos feriados, os estabelecimentos comerciais têm de encerrar a partir das 15 horas;
    • As medidas dos fins de semana estão em vigor nos feriados de 1 e 8 de dezembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *